Você não está vazio de amor

Nas últimas semanas tenho feito um regime de palavras. As negativas eu não posso engolir. E o Twitter, a rede que eu mais gosto, está repleta delas.

Penso sempre quando leio (ou ouço) “que ódio!” se a pessoa faz a miníma ideia do que representa essa palavra, a força dela. Para se ter ódio de algo você tem que estar muito vazio de amor. Não acredito que todos estejam. Deus nos livre!

A fila incomoda, a demora no sinal perturba, a mensagem que não chega é motivo de “preferia estar morta!”. Essa pressa por nada pode encurtar a vida e daí será muito triste você descobrir que não, não era melhor estar morta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *